segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Mais Trabalhos






Para servir com diversão...

   Essa bandeja foi a Tani, uma colega do meu marido que me deu para que eu fizesse a pintura pois ela ja tinha a bandeja que tinha vindo com um presente. Usei a técnica da decoupage e quis que ela ficasse com visual descontraído...com linhas irregulares, nada de traços muito certinhos e alguns detalhes em pintura country.








Caixinha Poá Lilás...

Essa caixinha eu fiz para presentear a Isabelle, filha do meu colega de trabalho Fernando que veio ao mundo dia 21/01/2010 e como tudo no quartinho é lilás para combinar fiz a caixinha lilás também. Usei tecido para forrar e decorei com um fuxico que é super delicado. Um mimo que fiz com muito carinho...Bem vinda Isabelle!!




Esse é meu!

Esse porta retrato veio de longe...quando estava em são chico vi ele numa vitrini, porém sem pintura, apenas em mdf e adorei o modelo dele, ele foi a 1º peça que comprei, pois ja estava com a intenção de fazer artesanato e aproveitei que estava de molho com o pé machucado para começar. Fiz ele na cor da minha sala que é tabaco e marfim para colocar uma foto do meu casamento. O porta retrato está pronto agora falta colocar a foto né...quando a foto estiver ai eu posto ele de novo...vai ficar lindo!Detalhe da pintura, olhando assim até parece textura, mas não é, fiz a pintura com marrom em baixo e passei a cor pistache com o lado verde da esponja dando "pinceladas" e ficou assim! Amei!

Logo vem mais trabalhos, encomendas que estou terminando e assim que puder coloco as fotos!
Beijos!!





sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Trabalhos!!!




1º trabalho que fiz:



Caixa tamanho médio com tecido poá rosa e branco


Essa foi a 2º que fiz, no mesmo modelo porém grande e com divisórias internas, nas cores marrom, branco, laranja e marfim

Parte interna com divisória e fundo forrada com tecido


Logo, vou postar mais trabalhos que fiz e outros que estão em andamento

Beijos!!!


Nosso melhor amigo!

Fred o nosso melhor amigo!
Desde que acolhemos o Fred em nossa casa, eu e o Jefe (marido) mudamos completamente nossa rotina, mas para melhor. Ganhamos uma alegria imensa em ter o Fred com a gente, claro que ganhamos um pouco de trabalho com ele também, mas o amor que ele nos trás compensa cada sacrifício. É maravilhoso chegar em casa e ter aquele cachorrinho feliz da vida que a gente chegou, pulando de alegria..isso espanta qualquer stress, é a maior festa!!
Ele nos cobre de carinho (lambidas..rsrsrs) quando estamos com ele, se a gente levanta no meio da noite, ele levanta junto (isso q eu mais gosto). Está sempre disposto a brincar e estar junto com a gente (careeente). Eu que nunca tinha tido um cachorro, estou realizando um sonho e hoje não consigo me imaginar sem o Fred. Quem tiver vontade em ter um animal, vá em frente pois vale a pena, é maravilhoso! O Fred eu ganhei de aniversário do Jefe e ele tem um aninho e é um Lhasa apso.

 
O Fred no nosso casamento, de fraque e tudo...


   O Jefe, o Fred e eu no nosso casamento



Artenasato - técnica da decoupage


Decoupage


Significa recortar e colar,  é a arte de revestir com gravuras as superfícies de objetos como madeira, metal, vidro e tecido. É uma técnica antiga, porém continua atual, versátil, e divertida.
O termo Découpage é francês (decouper=cortar), porém sua origem é italiana. Essa técnica na época ficou conhecida como "Lacche povero", que significa a laca do homem pobre, porque aqueles que não tinham recursos para empregar um artista a decorar suas mobílias e objetos decorativos, podiam obter efeitos distintos e requintados com gravuras coladas sobrepostas à peça e revestidas com múltiplas demãos de verniz ou da laca.
Essa forma de arte começou em Veneza, Itália, por volta do século XII e foi difundida no século XVII no resto da Itália, França, e Inglaterra. Muitas decorações elaboradas em caixas, bandejas, cinzeiros e tampos de mesas que acreditavam ter sido pintadas a mão e tinham sua origem nos séculos XVIII e XIX, foram analisadas mais tarde descobrindo-se que se tratava de uma mera aplicação de gravuras inteligentemente dispostas e coladas sobre as superfícies. Fonte: www.sobre.com.pt

Atitude - como reciclar papel em casa


Que tipo de material
O papel artesanal pode ser feito reciclando papéis usados ou a partir de fibras naturais trituradas e transformadas em pasta. As principais fibras utilizadas no Brasil são as de bagaço de cana, de sisal, de bananeira, de bambu e de palha de cereais como trigo, aveia, arroz e milho.

Para reciclar você pode utilizar papel de computador, de embrulho, saco de supermercado, caixa de ovos (em especial as coloridas). Mas evite qualquer papel que tenha superfície brilhante. Retire todos os clipes, grampos, adesivos e resíduos de cola do papel a ser usado.
Materiais
um liquidificador;
um varal;
pregadores;
uma bacia grande com aproximadamente 15cm de profundidade;
uma esponja;
uma peneira plana;
pano de prato;
uma pilha de jornais.

Como fazer
Rasgue o papel a ser reciclado em pedaços de aproximadamente 3x3cm. Deixe-os de molho de um dia para o outro.

Bata no liquidificador o papel que ficou de molho. Comece com 15 pedaços de papel para meio litro de água e aos poucos vá percebendo quanto papel pode ser batido ao mesmo tempo. (observe a quantidade de papel para o funcinamento do motor do liquidificador).

Meça a massa de papel e coloque-a na bacia com o dobro de água. Mexa bem e mergulhe a peneira.

Chacoalhe a peneira devagar, espalhando a massa por igual. Deixe o excesso der água escorrer da peneira em cima da bacia. Nesse momento, você pode acrescentar folhas, pétalas ou pedaços de papel colorido.Inverta a peneira com a massa de papel em cima do pano de prato, que por sua vez está em cima de uma pilha de jornais. Prense com cuidado a esponja sobre a massa de papel, absorvendo toda a água possível. Levante a peneira pelas bordas. A massa de papel ficará aderida ao pano. Dobre o pano sobre a massa, embrulhando bem, e pendure-o num varal. O tempo de secagem pode variar de acrodo com a umidade do dia (no mínimo 12 horas).

Retire do varal o papel embrulhado no pano de prato. Estenda sobre a mesa e descole com cuidado o papel seco do pano de prato.

Depois de pronto e seco, o papel pode ser cortado, decorado ou utilizado para fazer cadernos, blocos e cartões. Fonte: http://www.petvale.com.br